gn Administração de Bens  Gestão de Condomínios  Informática e Tecnologia

GERONET - Administração, Gestão e Consultoria
Gestão de Condomínios
Apostilas
Cursos
Genealogia
Petróleo
Solidariedade
Teatro
administração de pessoal, apostilas, condominio, conservação, consultoria, contrato, decoração, eletricidade, elevadores, emprego doméstico, experiência, FGTSgaragem, hidráulica, idosos, jardinagem, legislação, obras, rescisão, segurança, serviços de concessionárias, sindico profissional.
Gestão Profissional de Condomínios
Prestação de serviço de administração condominial.
O custo mensal a partir de R$ 2000,00,  com atendimento para o gerenciamento do Condomínio (administração de pessoal; orçamentos e acompanhamento de obras e serviços; acompanhamento administradora, previsão orçamentária, etc), reunião com Conselho e assessoria para Assembléias.
Atuação no município do Rio de Janeiro.
SÍNDICO

SÍNDICO é o representante legal do condomínio, em juízo ou fora dele, exercendo a administração do condomínio assessorado pelo conselho consultivo e sub-síndico, todos eleitos pela Assembléia Geral. O síndico pode ser condômino ou pessoa física ou jurídica estranha ao condomínio, salvo disposição contrária na Convenção. Será eleito pela forma e prazo previstos na mesma, sendo que seu mandato não pode exceder a dois anos, permitida a reeleição.
DOWNLOADS GRÁTIS
Clique no item de seu interesse para fazer o downloads grátis dos arquivos e recomende a seus amigos!
Apostilas de informática
Auto estima  Como estudar  Como utilizar óleo de fritura  Como cuidar do Dengue  Dicas de cozinha  Manual de alfabetização  Manual do cuidador familiar  Manual do Cuidador profissional  Manual de cooperativas  Manual de administração de empregados domésticos  Manual de primeiros socorros  Receitas de pão

GENEALOGIA
Árvores Genealógicas
Pesquise sua árvore genealógica no índice abaixo. Se não tiver: clique e Inclua sua Família ou atualize seus dados. É gratuito! Você pode também  incluir um link para acesso à página de sua família.
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
AS ATRIBUIÇÕES DO SÍNDICO
· exercer a administração interna do prédio, referente à vigilância, moralidade e segurança
· representar o condomínio em Juízo ou fora dele, defendendo os interesses comuns;
· selecionar, admitir e demitir funcionários fixando-lhes os salários de acordo com a verba do orçamento do ano, respeitando o piso salarial da categoria, com data base em outubro de cada ano;
· aplicar as multas estabelecidas na Lei, na Convenção ou no Regulamento Interno;
· prestar contas somente na assembléia;
· guardar toda documentação contábil dentro do prazo da lei;
· arrecadar as taxas condominiais;
· proceder à cobrança executiva contra os devedores;
· escolher empresas prestadoras de serviços ou terceiros para execução das obras que interessem ao edifício, desde que aprovadas por assembléia;
· contratar o seguro contra incêndio;
· convocar assembléia geral ordinária e extraordinária;
· comunicar aos condôminos, nos oito dias subsequentes à assembléia, o que foi deliberado;
· praticar os atos que lhe atribuírem a Lei do Condomínio, a Convenção e o Regimento Interno.
O síndico terá direito a remuneração se estiver previsto em Convenção, ficando determinado, na Assembléia que o eleger, se ficará isento da taxa do condomínio ou se receberá algum tipo de honorário, lembrando sempre que o mesmo não é funcionário do condomínio, muito embora possa contribuir para a previdência social individualmente.
SUB-SÍNDICO é o representante, eleito por assembléia, que tem como função substituir o síndico. Alertamos para uma análise da Convenção nesse aspecto, pois nem todas prevêem o cargo de sub-síndico.
CONSELHO CONSULTIVO é o órgão de consulta e assessoramento do síndico, composto por três condôminos, com mandato que não poderá exceder a 2 anos, permitida a reeleição.
É muito importante a existência do conselho, pois, além de deliberar e opinar sobre os problemas do condomínio, "fiscaliza" a atuação do síndico. Portanto, o síndico estará salvaguardado em sua imagem, visto que todas as despesas são acompanhadas por um conselho que vê, antes de tudo, os reais interesses dos condôminos, avaliando gastos, necessidades, capacidade de pagamento dos moradores no caso de benfeitorias, entre outras medidas. (fonte:Secovi)
Objetivos do trabalho do Síndico Profissional:
- Reduzir o desgaste entre moradores e não tem vínculo   emocional que favoreça qualquer morador ou funcionário;
- Trabalhar pela redução dos custos com planejamento de obras;
- Planejamento orçamentário;
- Acompanhamento do trabalho contábil da administradora.
- Aplicar a Lei, Convenção, Regulamento Interno e  deliberações feitas em assembléias;
- Aumentar a qualidade na seleção, recrutamento, gestão e treinamento de pessoal, melhorando a qualidade dos serviços dos funcionários;
- Elaborar normas de segurança e de atividades.
- Gestão dos funcionários para melhor aproveitamento e qualidade dos serviços prestados.
- Comunicação de todos os fatos relevantes aos Condôminos para torna-los mais participativos;
- Realizar reuniões periódicas com o conselho;
- Assessoramento em assembléias
O sindico profissional se tornou indispensável. Ele costuma atender diversos empreendimentos e faz da gestão profissional do condomínio o seu trabalho. Ele costuma estar nos condomínios de duas a três vezes na semana por períodos que variam de duas a quatro horas. Porém, em condomínios de grande porte, esse síndico costuma trabalhar exclusivamente.
O sucesso de sua atuação depende de uma parceria com uma boa administradora, além de um conselho consultivo atuante e um bom zelador. Para evitar qualquer transtorno, vale consultar também empresas no mercado que fazem cursos específicos para síndicos profissionais. Esses cursos costumam ter vários módulos e abordagens como segurança, jurídico, administração de conflitos, departamento pessoal, entre outros.
O condomínio precisa ter em mente que a figura do síndico profissional não substitui a necessidade de atuação dos condôminos, que através de um conselho consultivo darão as diretrizes e o respaldo para a gestão das atividades. O que determina a contratação de um síndico profissional é a necessidade em função da peculiaridade de cada edifício.
Apesar da denominação síndico profissional, a profissão ainda não é regulamentada. Assim, deve-se tomar muito cuidado com pessoas sem perfil, que se intitulam síndicos profissionais e que podem prejudicar o condomínio por não ter experiência. É importante, antes de contratar um síndico profissional, pesquisar referências em pelo menos três condomínios em que ele atua. A remuneração do síndico profissional varia de acordo com o tamanho do condomínio.
Os valores que podem ir de R$ 2.000,00 a R$ 8.000,00 mensais.
A contratação do sindico profissional deve ocorrer em assembleia e sugere-se a formalização dessa contratação especificando em contrato as suas condições.
Apostilas
Cursos
Genealogia
Petróleo
Solidariedade
Teatro
BONS CURSOS - Cursos, apostilas e manuais digitais em pdf por e-mail ou download.
APOSTILAS VIA E-MAIL  -  Apenas R$ 10,00 , você compra uma e ganha outra inteiramente grátis. Clique no link de pagamento abaixo e aproveite a promoção
Custom Search
 2009-2015  geronet.com.br   Todos os direitos reservados